6 de ago de 2011

Entrevista exclusiva completa de Demi Lovato para Elle Magazine


Desde que Lovato fez o seu retorno ao mundo artístico, as entrevistas para falar sobre seus problemas e seu novo disco não param! Exemplo disso, é a matéria que a edição de setembro da Elle Magazine traz sobre a cantora. Confira abaixo traduzida todo o conteúdo da revista:
A risada de Demi Lovato a acompanha enquanto ela desce as largas escadas azuis meio violetas do Hotel Mondrian em New York. É o jeitinho inconfundível de uma princesa do Disney Channel, aquela que apenas 3 anos atrás foi apresentada no super filme adolescente-máquina-de-produzir-milhões, "Camp Rock". Os Jonas Brothers responderam à franquia de "High School Musical" estrelando uma Lovato de 15 anos como uma efervescente acampante musical cuja voz conquistou o jovem roqueiro interpretado por Joe Jonas, o irmão do meio e o mais garanhão do grupo de meninos cristãos bondosos. Isso levou a um amplamente convicto relacionamento fora da tela como a namorada de Joe Jonas na vida real. E então, o fenômeno Demi Lovato – encantadora, invejável, financiadora – nasceu.

Joe não foi o único a se apaixonar por Lovato, "Ela tem uma voz que é como se ela tivesse engolido Pat Benatar," diz Rich Ross, o presidente do canal Disney (atualmente diretor nos estúdios da Disney), que foi de gueto para produtor de hits, poderoso por criar grandes estrelas como Zac Efron e Miley Cyrus. Alguns rotularam Lovato como a nova Cyrus: uma natural ameaça com, de acordo com Ross, o vulnerável porém divertido charme de Mary Tyler Moore, perfeitamente reformulada para a geração do Twitter.Mas aquela menina risonha de "Camp Rock" – olhos grandes e animados de boneca, rosto delicado, apenas um toque para desfazê-lo – não é a que desce dançante as escadas do Mondrian. Essa jovem de 18 anos libera um ar de Los Angeles despojado sofisticado, um grande vestido preto, cortado, um cardigã bege, soltinho, de tricô, juntas cobertas de bronze pesado que soletram problema.Lovato teve que se tornar uma adulta depois de difíceis 12 meses, de estar numa montanha-russa para uma febre de sucesso intensivo, próximo a um descarrilamento e agora, ela espera novamente, desta vez com permanência no poder e uma nova maturidade. Uma série de comportamentos errôneos começados no verão passado foram seguidos por uma estadia em um não-chame-de-reabilitação centro de tratamento, e um anúncio um pouco surpreendente: Ela estava procurando ajuda para problemas como automutilação, vários distúrbios alimentares, e um distúrbio bipolar recém diagnosticado. Outras estrelas da Disney foram derrubadas por motivos menores. Mas Lovato voltou atacando. Ao invés de eufemismos e as desculpas já prontas de sempre, ela se colocou no lugar sendo brutalmente honesta sobre seu comportamento e sem vergonha de admitir suas batalhas emocionais.Lovato fez sua estreia nas câmeras aos 7 anos de idade no programa "Barney & Friends". "Foi aí que eu me apaixonei por me apresentar," ela diz "o cheiro do set, a maneira que eu sinto as luzes em minha pele." O sentimento está evidentemente em seu DNA. Sua irmã mais velha, Dallas, é uma aspirante a cantora e atriz, ainda esperando por sua grande chance; sua meia-irmã mais nova, Madison, interpreta a filha mais velha de Eva Longoria em "Desperate Housewives". As três foram criadas em Dallas, onde sua mãe era uma animadora de torcida dos Cowboys. O pai de Demi foi para o Novo México quando ela tinha 2 anos. Seu padrasto, Eddie, a quem ela chama de pai, tem um MBA em finanças e é um dos gerentes de Lovato nos últimos quatro anos.E tem muito o que administrar. Lovato fez relatados 3 milhões de dólares em 2010, mas tem potencial de ganhos ilimitados. Mais de 10 milhões de pessoas sintonizaram em "Camp Rock", o mais assistido do entretenimento da TV a cabo de 2008. No ano passado, "Camp Rock 2: The Final Jam", foi um sucesso similar. "Sonny With A Chance", a comédia de Lovato no Disney Channel, dominou a população adolescente por duas temporadas (ela saiu em Abril). Seu CD pop-rock de 2008, "Don't Forget", foi ouro este ano; Seu segundo CD, "Here We Go Again," estreou em número um em 2009.
 
 Mas quando notícias de seus bastidores teatrais em turnê com os Jonas Brothers saíram, a blogosfera apelidou-a de "Demi Drama." "Eu estava completamente mal criada durante todo verão," ela diz. "Apenas a pior atitude totalmente ingrata." Durante um vôo para o Peru, Lovato andou até sua dançarina, antes amiga Alex Welch, e deu um soco em seu rosto. "Eu senti como se ela tivesse me traído," Lovato diz. "Essa foi à gota d'água." (Advogados de Lovato relatadamente sofrera um processo imposto por Welch em dezembro.) 

"Esse é o fim da linha." (Foi relatado que os advogados de Lovato estabeleceram um acordo com Welch em dezembro). O incidente foi o momento de Demi se avaliar. "Quando você soca alguém em um avião, basta," ela diz. "Logo depois disso, eu apenas enviei uma mensagem à minha mãe dizendo, ‘Desculpa. ’" Pelo fato de Jonas e Lovato terem se separado, os rumores persistiam dizendo que ela saiu dos trilhos devido ao romance de seu ex com a estrela de "Crepúsculo", Ashley Greene. Ela admite que ter o coração partido foi um fator agravante – ela e Jonas não mantiveram nenhum contato desde então – mas insiste que a crise foi mais uma profunda do que uma agonia de adolescente. "Eu não creditaria o meu colapso a um garoto. Havia muitas outras coisas na minha vida."Em outubro, sua família deu entrada em uma clínica de tratamento em Illinois para ela. Quando Lovato ressurgiu três meses mais tarde e expôs toda a verdade ao público, razões dolorosas por sua ausência, sua sinceridade resultou em uma resposta curiosa de fãs e tablóides: o respeito. Até Perez Hilton absteve-se do usual. "Ela simplesmente parece diferente," disse Hilton. "Ela não é apenas uma estrela pop da Disney genérica."Por anos, Lovato tem sido uma ativista aberta contra o bullying, o que, de acordo com ela, a forçou a sair da escola e estudar em casa aos 12 anos. "Aquelas garotas nunca me deram uma explicação do por que elas estavam me intimidando," ela diz. "Uma das palavras das quais elas me chamaram é gorda. Com aquela idade, você pensa, Oh, estão eu não tenho amigos porque sou gorda." Aos 9 anos de idade, ela começou a alternar entre anorexia e bulimia; aos 11, ela começou a se cortar. Seus pais a levaram em conselheiros, mas no ano de 2008, na festa de 16 anos de Miley Cyrus, fotos do tapete vermelho mostraram quatro arranhões no pulso esquerdo de Lovato. Antes mesmo de a cantora saber que as fotos existiam, seus representantes emitiram uma declaração de que as marcas eram resultado de pulseiras apertadas. "Eu não acho que estaria pronta para falar sobre [meus problemas] naquela época, mas eu poderia ter inventado algo melhor do que pulseiras apertadas," ela diz agora. "É desnecessário dizer que aquela publicista não está mais conosco." Pausa. "Quero dizer, ela está viva."Apesar desta honestidade linha-dura, não falta discrição a Lovato. Em junho, foi relatado que sua mãe também havia dado entrada em tratamento por razões que ela mantém privadas. Além disso, Lovato manteve um relacionamento instável de 13 meses com Wilmer Valderrama solidamente em segredo, mesmo enquanto ela falava publicamente sobre seus problemas emocionais. Mas em geral, não há restrições. Michael Keller, membro da diretoria da campanha Teens Against Bullying, para a qual a cantora vem sendo porta-voz desde 2009, diz que Lovato, que tem uma mente muito independente, é um exemplo a ser seguido. "Ela foi tão aberta e sempre quis se envolver," Kellner diz. "Ela disse ‘sim’ antes que qualquer pessoa a pudesse impedir."

O primeiro single de seu terceiro álbum de estúdio, que ainda não tem título definido e será lançado no dia 20 de setembro pela gravadora Hollywood Records, da Disney, está destinado a ser o novo hino para qualquer garota que esteja passando por um momento difícil. Quando estava gravando "Skyscraper" em Studio City, Los Angeles, ela diz, "Eu fiquei muito mal, lágrimas escorriam pelo meu rosto. Era uma visão de se admirar." Com o fundo de teclas de piano suaves, quase irreconhecíveis, sua voz – enfática e totalmente natural – chega perto de se quebrar quando ela põe para fora as letras, "Continue tentando me por para baixo / Eu estarei surgindo do chão." O produtor e compositor Toby Gad, que já trabalhou com Fergie, Beyoncé, e a trindade sagrada da Disney – Lovato, Cyrus e Selena Gomez – diz, "Ela tem o alcance vocal, o espectro emocional completo, um incrível controle... Vocalmente, ela é a melhor cantora que a Disney teve desde Christina Aguilera."

De fato, informantes afirmam que diferentemente de algumas descobertas da Disney, Lovato tem o talento e a capacidade de se juntar a uma curta lista de ex-estrelas teens – Aguilera, Justin Timberlake – que passaram do chiclete às grandes ligas. Ross, da Disney, o cara que a pôs nos mapas, tem grandes esperanças para a Demi versão 2. "O que sempre foi claramente diferente nela é essa qualidade de adulto," ele diz. "Quando você a conhece, você sabe que essa não é uma garota de salto alto – essa é uma mulher."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem vindo.
Deixe o endereço do seu site/blog para eu poder retribuir sua visitinha!
E-mail do blog: sobretudoumpouco@hotmail.com.br, mandem seus looks, fotos de unhas, maquiagens, sugestões e também não aceito mais tags!